"




Divisão do Compêndio


: Achei por bem dividir este compêndio em catorze livros:
. , -- , . . Primeiro Tomo: Colocarei nele todos os preceitos que são princípios da Lei de Moisés, nosso Mestre, por ser necessário antes de tudo trazê-los ao conhecimento geral, por exemplo:
  • [leis concernentes à] Unicidade Divina;
  • [leis concernentes à proibição da] idolatria;
    pelo que fora chamado este tomo de "Livro da Ciência".
  • . , -- , , , ; , . . Segundo Tomo: Colocarei nele todos os preceitos que são permanentes, sobre os quais fomos ordenados para que amemos a Deus e o tenhamos sempre em nossa memória, como por exemplo:
  • [leis concernentes à] recitação do Chemá';
  • [leis concernentes à] oração;
  • [leis concernentes aos] filactérios;
  • [leis concernentes às] bênçãos;
  • e, entre essas, [também as leis concernentes à] circuncisão; por ser um sinal [gravado] em nossa carne para nos trazer sempre à lembrança [o pacto divino] em momentos nos quais não tenhamos sobre nós nem os filactérios nem fímbrias [nos cantos da roupa].
    A este tomo, chamei "Livro do Amor".
  • . -- , . . Terceiro Tomo: Colocarei nele preceitos que são determinados no tempo, como por exemplo:
  • [leis concernentes ao]Sábado (Chabat);
  • [leis concernentes às] Festividades.
    Pelo que chamei a este "Livro dos Tempos".
  • . -- , . . Quarto Tomo: Colocarei nele os preceitos [concernentes às] relações conjugais, como por exemplo:
  • Qiduchin (casamento);
  • Divórcio;
  • Ibum;
  • Ĥalitzá.
    A este, chamei de "Livro das Mulheres".
  • . , -- , " -" ( ,), "- -" ( ,). . Quinto Tomo: Colocarei nele os preceitos [concernentes às] relações sexuais proibidas e alimentos proibidos, porquanto em ambos os casos nos santificara Deus e nos separarara das nações: em relações proibidas e em alimentos proibidos, sendo que em ambos está escrito: "...que vos separei das nações..." (Lv 20:24).
    A este tomo chamei de "Livro da Santificação".
    . -- . . Sexto Tomo: Nele colocarei os preceitos acerca dos quais põe-se a pessoa a si mesma em dívida em concernência a eles ao proibir-se [determinadas cousas] como juramentos e promessas.
    A ele, chamei: "Livro da Haflaá".
    . -- , , . . Sétimo Tomo: Colocarei nele os preceitos concernentes à semente da terra, como:
  • Chemitin;
  • Iovlôt (jubileus);
  • Dízimas;
  • Terumôt
    Chamei-o "Livro das Sementes".
  • . . . Oitavo Tomo: Nele, colocarei os preceitos acerca da construção do Templo, dos sacrifícios públicos e dos sacrifícios diários;. Chamei-o pelo nome de "Livro do Serviço".
    . . . Nono Tomo: Colocarei nele os mandamentos acerca dos sacrifícios pessoais; Chamei-o "Livro dos Sacrifícios.
    . . . Décimo Tomo: Nele, colocarei os preceitos que tenham a ver com purificações e impurificações. Chamei-o "Livro da Purificação".
    . , . . Undécimo Tomo: Colocarei nele os mandamentos vigentes entre o homem e seu próximo, nos quais hajam prejuízo - pecuniário ou físico.
    Chamei-o "Livro dos Prejuízos".
    . . . Duodécimo Tomo: Colocarei nele os preceitos [concernentes à compra e venda;
    chamei-o "Livro da Aquisição.
    . , -- , , . . 13º Libro. Colocarei nele os preceitos que estão entre o homem e seu próximo, nos quais em seu princípio não se acha prejuízo, como:
  • [responsabilidades de] observância;
  • Devedores;
  • Credores;
  • Negação [dos dois primeiros casos, e outros].
    A este tomo, chamei: "Livro dos Juízos".
  • . -- , , . . 14º Libro. Nele colocarei os mandamentos acerca dos quais está ordenado o Sanedrin, como:
  • [Penas de] morte [aplicadas] pelo tribunal;
  • Recebimento de testemunho
  • Leis [concernentes ao] Rei, [seja em concernência a ele, ou dele para com o povo];
  • Leis acerca da guerra
    Chamei-o: "Livro dos Juízes".
  • , . Esta é a divisão dos pormenores dos preceitos neste acervo [Michnê Torá] de acordo com os assuntos dos livros [que o compõem], sendo a divisão dos mandamentos de acordo com o assunto de seus pormenores.


    Livro da Ciência

    , : , , , , . Compõe-se de cinco espécies de pormenores de preceitos (halakhôt), sendo esta sua ordem:
    1. Leis de Fundamentos da Torá;
    2. Leis de Procedência ética;
    3. Leis do Estudo da Torá
    4. Leis Concernentes à Idolatria;
    5. Leis Concernentes ao arrependimento.
    . -- , ; : () ; () '; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () . Leis de Fundamentos da Torá
    Há nelas dez mandamentos: seis preceitos positivos e quatro negativos. São eles:
    1. Saber que Deus existe;
    2. Não pensar que há divindade qualquer, em exceção a Ele;
    3. Proclamar Sua Unicidade;
    4. Amá-lo;
    5. Temê-lo;
    6. Santificá-lo;
    7. Não profanar Seu Nome;
    8. Não destruir coisas sobre as quais fora escrito Seu Nome;
    9. Ouvir o profeta que falar em Seu Nome;
    10. Não tentá-Lo.
    . -- , ; : () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () . Leis de Proceder ético:
    Há nelas onze mandamentos: cinco preceitos positivos e seis negativos. São eles:
    1. Assemelhar-se a Deus em Seus caminhos;
    2. Buscar a proximidade dos que já atingiram seu conhecimento;
    3. Amar ao próximo;
    4. Amar ao converso;
    5. Não odiar aos irmãos;
    6. Repreender;
    7. Não envergonhar alguém em público;
    8. Não causar sofrimento aos pobres;
    9. Não ser "rakhil" (significa: olhar a vida alheia e falar da vida alheia);
    10. Não vingar-se;
    11. Não guardar rancor no coração.
    . : () ; () . Leis de Estudo da Torá
    Há nelas dois mandamentos. São eles:
    1. Estudar a Torá
    2. Honrar aos que a ensinam e a seus sabedores.
    . -- , ; : () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () , '; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () . Leis Concernentes à idolatria e Costumes gentílicos
    Há nelas cinquenta e um mandamentos: dois preceitos positivos e quarenta e nove negativos. São eles:
    1. Não dirigir-se à idolatria;
    2. Não seguir os sentimentos do coração e o que vejam os olhos;
    3. Não blasfemar;
    4. Não servir o ídolo conforme a forma designada por seus servidores;
    5. Não curvar-se perante ele;
    6. Não fazer uma estátua para si mesmo;
    7. Não fazer estátua para as demais pessoas;
    8. Não fazer imagens para decoração ou engalanamento;
    9. Não desviar pessoas após a idolatria;
    10. Queimar a cidade desviada;
    11. Não reconstruí-la;
    12. Não tirar proveito de tudo o que é bem pecuniário da cidade desviada;
    13. Não desviar pessoas para a idolatria;
    14. Não amar ao desviador;
    15. Não deixar de odiá-lo;
    16. Não livrá-lo em caso de perigo;
    17. Não falar sobre ele cousas que sejam-lhe por mérito;
    18. Não deixar de buscar motivos para que vejam sua situação de devedor pecaminoso;
    19. Não profetizar em nome de ídolos;
    20. Não ouvir ao que profetiza em seu nome;
    21. Não profetizar enganosamente, mesmo em nome de Deus;
    22. Não ter medo de matar ao profeta falso;
    23. Não jurar em nome de ídolos;
    24. Não fazer o feitio de ôv;
    25. Não fazer o feitio de ide'oni;
    26. Não fazer passar por Môlekh sobre o fogo;
    27. Não levantar uma lápide designada para idolatria;
    28. Não prostrar-se sobre "êven maskit";
    29. Não plantar "acherá";
    30. Destruir a idolatria e tudo o que faz parte do serviço consagrado a ela;
    31. Não tirar proveito algum da idolatria, nem do que é feito para seu serviço;
    32. Não tirar proveito do que é cobertura de ídolos, [seja que material for];
    33. Não fazer pacto com idólatras;
    34. Não ter piedade deles;
    35. Não permitir que habitem em nossa Terra;
    36. Não proceder segundo seus costumes e vestimentas;
    37. Não predizer o futuro;
    38. Não fazer encanto;
    39. Não fazer feitio de 'onen, isto é marcar dias como de boa sorte ou maus dias;
    40. Não fazer o feitio de ĥôver;
    41. Não consultar os mortos;
    42. Não consultar um ôv;
    43. Não consultar um ide'oni;
    44. Não fazer magia;
    45. Não cortar o cabelo arredondando os cantos [diante das orelhas];
    46. Não cortar [com navalha ou similar] os cantos da barba;
    47. Não vestir-se ou engalanar-se o homem com indumentárias femininas;
    48. Não vestir-se ou engalanar-se a mulher com indumentárias masculinas;
    49. Não fazer gravuras na pele;
    50. Não fazer arranhões no corpo;
    51. Não fazer calva pelo morto;
    . , ', . Leis concernentes ao arrependimento
    Há nelas [apenas] um mandamento: voltar o transgressor a Deus de sua transgressão, e confessar sua transgressão quando retornar a Deus.
    , -- , . TOTAL DE PRECEITOS NESTE TOMO: SETENTA E CINCO, DEZESSEIS POSITIVOS E CINQUENTA E NOVE NEGATIVOS.


    Livro do Amor

    , : , , , , , . Compõe-se de seis espécies de pormenores de preceitos (halakhôt), sendo esta sua ordem:
    1. Leis de recitação do Chemá';
    2. Leis da oração e bênção sacerdotal;
    3. Leis de filactérios, mezuzôt e rolos de Torá;
    4. Leis concernentes às fímbrias nos cantos da roupa:
    5. Leis das bênçãos;
    6. Leis da circuncisão;
    . , . Leis de Recitação do Chem'á: Há nelas um mandamento: recitar o "Chemá' duas vezes ao dia.
    . : () ' ; () . Leis da oração e da bênção sacerdotal:
    Há nelas dois mandamentos positivos. São eles:
    1. Servir a Deus em oração todos os dias;
    2. Abençoarem os cohanim a Israel a cada dia;
    . ; : () ; () ; () ; () ; () . Leis de filactérios, mezuzôt e rolos de Torá:
    Há nelas cinco mandamentos positivos. São eles:
    1. Estar o filactério na cabeça;
    2. Amarrar o filactério no braço;
    3. Fixar mezuzá nas portas e portais;
    4. Escrever cada judeu um rolo da Torá para si próprio;
    5. Escrever o rei judeu um rolo da Torá a mais para si próprio, para que disponha de dois;
    . , . Leis de Tsitsit
    Há nelas um preceito positivo: fazer tsitsit (franjas) nos quatro cantos do indumento.
    . , . Leis acerca das Bênçãos
    Há nelas um preceito positivo: Bendizer ao Nome [do Criador] após o comer.
    . , . Leis da Circuncisão:
    Há nelas [apenas] um preceito: circuncidar todos os machos de Israel ao oitavo dia.
    , . TOTAL DE PRECEITOS NESTE TOMO: ONZE PRECEITOS POSITIVOS.


    Livro dos Tempos:

    , : , , , , , , , , , . Compõe-se de dez espécies de pormenores de preceitos (halakhôt), sendo esta sua ordem:
    1. Leis concernentes à observância sabática;
    2. Leis de 'eruvin;
    3. Leis do descanso décimo, ou Dia da Expiação;
    4. Leis concernentes às festividades;
    5. Leis de Ĥamêtz umatzá;
    6. Leis de chofar, sucá e lulav;
    7. Leis de cheqalim;
    8. Leis concernentes à santificação do mês;
    9. Leis concernentes aos jejuns;
    10. Leis concernentes à leitura da megilá e comemoração de ĥanucá;
    . -- , ; : () ; () ; () ; () ; () . Leis Concernentes à Observância Sabática:
    Há nelas cinco mandamentos: dois preceitos positivos e três negativos. São eles:
    1. Descansar no sétimo dia;
    2. Não realizar nele trabalho;
    3. Não castigar no sábado;
    4. Não sair dos limites do setor no sábado;
    5. Santificar esse dia, trazendo-o à lembrança;
    . , . Leis de 'Eruvin:
    Há nelas um mandamento apenas, e é preceito rabínico, não constando portanto do quórum de mandamentos.
    . -- , ; : () ; () ; () ; () . Leis do Descanso Décimo, ou Dia da Expiação;
    Há nelas quatro mandamentos: dois preceitos positivos e dois negativos. São eles:
    1. descansar nele;
    2. Não trabalhar nele;
    3. Jejuar nele;
    4. Não comer e beber nele;
    . -- , ; : () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () . Leis de iom tov ou festividades:
    Há nelas doze mandamentos: seis preceitos positivos e seis negativos. São eles:
    1. Descansar no primeiro dia do Pêssaĥ
    2. Não realizar nele trabalho;
    3. Descansar no sétimo dia do Pêssaĥ;
    4. Não realizar nele trabalho;
    5. descansar no dia de Chavu'ôt;
    6. Não realizar nele trabalho;
    7. Descansar em Roch ha-Chaná (primeiro dois dias do ano hebraico);
    8. Não realizar nele trabalho;
    9. Descansar no primeiro dia de Sucôt; ou Festa das Cabanas;
    10. Não realizar nele trabalho;
    11. Descansar no oitavo dia dessa festividade (Ĥag Cheminí 'Atzêret);
    12. Não realizar nele trabalho;
    . -- , ; : () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () . Leis de Ĥametz uMatzá:
    Há nelas oito mandamentos: três preceitos positivos e cinco negativos. São eles:
    1. Não comer ĥamêtz;
    2. Desfazer-se de fermentação no dia 14 de Nissan;
    3. Não comer ĥamêtz durante todos os sete dias;
    4. Não comer mescla de ĥamêtz durante todos os sete;
    5. Que não veja-se ĥamêtz durante os sete dias;
    6. Que não se ache ĥamêtz durante os sete dias;
    7. Comer matzá na primeira noite de Pêssaĥ;
    8. Relatar o episódio da saída do Egito nessa mesma noite.
    . ; : () ; () ; () . Leis de Chofar, Sucá e Lulav:
    Há nelas oito mandamentos: três preceitos positivos. São eles:
    1. Ouvir o som do chofar no primeiro dia do mês de tichrê;
    2. Morar na sucá durante os sete dias da festa de sucôt;
    3. Levantar o lulav no Templo durante os dias desta festa.
    . , . Leis de Cheqalim:
    Há nelas um mandamento positivo, que é: dar todo homem meio chêqel (siclo) a cada ano.
    . , . Leis da Santificação do mês:
    Há nelas um único preceito positivo: calcular, saber e marcar os meses, que dia será o primeiro dia de cada um dos meses do ano.
    . , ' . Leis de jejuns:
    Há nelas um único preceito positivo: jejuar e clamar perante Deus por toda grande angústia que venha sobre o povo.
    . , . Leis de Megilá e Ĥanucá:
    Há nelas dois preceitos positivos, que não fazem parte do quórum de mandamentos por serem "Divrê Sofrim".
    , -- , ; . TOTAL DE PRECEITOS NESTE TOMO: TRINTA E CINCO, DEZENOVE POSITIVOS E DEZESSEIS NEGATIVOS, HAVENDO NELE TRÊS PRECEITOS DE "DIVRÊ SOFRIM".


    Livro das Mulheres:

    , : , , , , . Compõe-se de cinco espécies de pormenores de preceitos (halakhôt), sendo esta sua ordem:
    1. Leis de "Ichut";
    2. Leis concernentes ao divórcio;
    3. Leis Concernentes ao Levirato e à "Ĥalitzá;
    4. Leis concernentes ao caso de uma adolescente virgem;
    5. Leis de "sotá".
    . -- , ; : () ; () ; () ; () . Leis de "Ichut":
    Há nelas quatro mandamentos: dois preceitos positivos e dois negativos. São eles:
    1. Tomar para si uma mulher por "ketubá" e "qiduchin";
    2. Não ter relação sexual com nenhuma mulher sem "ketubá" e "qiduchin";
    3. Não deixá-la sem alimento, vestimenta e "'oná";
    4. Procriar-se através dela.
    . -- , ; , . Leis Concernentes ao Divórcio:
    Há nelas dois mandamentos: um preceito positivo e um negativo. São eles:
    1. Dar divórcio o que envia de si sua esposa por escrito;
    2. Não tomar essa esposa de volta, caso já tenha se casado com outro homem (após divorciar-se ela do segundo casamento.
    . -- , ; : () ; () ; () . Leis Concernentes ao Levirato e à "Ĥalitzá:
    Há nelas três mandamentos: dois preceitos positivos e um negativo. São eles:
    1. Realizar o ato chamado Levirato;
    2. Descalçar-se, cumprindo com ĥalitzá;
    3. Não casar-se a Iebamá com um homem estranho à, família do falecido esposo, até que o "meiabem" se desfaça de seu dever pelo ato do descalçamento.
    . -- , ; : () ; () ; () ; () ; () . Leis Concernentes ao Caso de Uma Adolescente Virgem:
    Há nelas cinco mandamentos: três preceitos positivos e dois negativos. São eles:
    1. Multar ao sedutor;
    2. Casar-se quem forçou uma moça com a dita moça; forçada;
    3. Não possa tal homem dar-lhe divórcio;
    4. Que viva a mulher difamada com seu esposo para sempre;
    5. Não possa o difamador divorciar sua esposa.
    . -- , ; : () ; () ; () . Leis Concernentes à Sotá:
    Há nelas três mandamentos: dois preceitos positivos e um negativo. São eles:
    1. Que faça a mulher da qual desconfiou o esposo segundo o prescrito na Torá;
    2. Que não se despeje óleo sobre seu sacrifício;
    3. Não colocar sobre o mesmo gálbano.
    , -- , . TOTAL DE PRECEITOS NESTE TOMO: DEZESSETE MANDAMENTOS, NOVE POSITIVOS E OITO NEGATIVOS.


    Livro da Santificação

    , : , , . Compõe-se de três espécies de pormenores de preceitos (halakhôt), sendo esta sua ordem:
    1. Leis concernentes às relações proibidas;
    2. Leis de alimentos proibidos;
    3. Leis concernentes ao abate de animais e aves.
    . -- , ; : () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () , ; () ; () , ; () ; () ; () ; () ; () , . Leis Concernentes às Relações proibidas:
    Há nelas trinta e sete mandamentos: um preceito positivo e trinta e seis negativos. São eles:
    1. Não relacionar-se com a própria mãe;
    2. Não relacionar-se com a esposa do próprio pai;
    3. Não relacionar-se com a irmã;
    4. Não relacionar-se com a filha da mulher do pai;
    5. Não relacionar-se com a filha do filho;
    6. Não relacionar-se com própria filha;
    7. Não relacionar-se com a filha da filha;
    8. Não casar-se com uma mulher e com sua filha simultaneamente;
    9. Não casar-se com uma mulher e com a filha de seu filho simultaneamente;
    10. Não casar-se com uma mulher e com a filha de sua filha simultaneamente;
    11. Não relacionar-se com a irmã do prório pai;
    12. Não relacionar-se com irmã da própria mãe;
    13. Não relacionar-se com a mulher do irmão do pai;
    14. Não relacionar-se com a mulher do próprio filho;
    15. Não relacionar-se com a mulher do irmão;
    16. Não relacionar-se com a irmã da mulher;
    17. Não relacionar-se com animal;
    18. Não trazer uma mulher sobre si um animal
    19. Não relacionar-se um homem com outro;
    20. Não revelar a nudez de seu pai;
    21. Não revelar a nudez do irmão do pai;
    22. Não relacionar-se com mulher casada;
    23. Não relacionar-se com mulher em estado de "nidá";
    24. Não casar-se com gentios;
    25. Que não venha um amonita ou moabita a ser aceito no povo de Israel;
    26. Não distanciar a terceira geração de Egípcios de vir a pertencer ao povo de Israel;
    27. Não distanciar a terceira geração de Edomitas de vir a pertencer ao povo de Israel;
    28. Que não venha um "mamzer" a casar-se com uma filha de Israel;
    29. Que não venha um castrado a casar-se com uma filha de Israel;
    30. Não castrar nenhum macho, humano, animal ou ave;
    31. Não casar-se o Sumo-Sacerdote com uma viúva;
    32. Não contraia o Sumo-Sacerdote relações sexuais com uma viúva, mesmo sem casar-se com ela;
    33. Tomar para si por esposa o Sumo-Sacerdote uma virgem adolescente desde seus doze anos até meio ano após essa idade;
    34. Não casar-se o Sumo-Sacerdote com uma mulher divorciada;
    35. Não casar-se o Sumo-Sacerdote com uma "zoná";
    36. Não casar-se o Sumo-Sacerdote com uma ĥalalá;
    37. Não se aproxime nenhum homem de todos esses casos de proibições sexuais, mesmo sem intenção sexual;
    . -- , ; : () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () . Leis Concernentes a Alimentos Proibidos:
    Há nelas vinte e oito mandamentos: quatro preceitos positivos e vinte e quatro negativos. São eles:
    1. Verificar os sinais dos animais domésticos (bovinos, ovinos e caprinos) e campestres para saber qual o puro e qual o impuro;
    2. Verificar os sinais das aves para saber qual a pura e qual a impura;
    3. Verificar os sinais dos peixes para saber qual o puro e qual o impuro;
    4. Verificar os sinais dos gafanhotos para saber qual o puro e qual o impuro;
    5. Não comer animal impuro, campestre ou doméstico;
    6. Não comer ave impura;
    7. Não comer peixes impuros;
    8. Não comer insetos alados;
    9. Não comer insetos terrestres;
    10. Não comer répteis terrestres;
    11. Não comer o inseto das frutas quando saiam à terra;
    12. Não comer insetos aquáticos;
    13. Não comer "nevelá";
    14. Não tirar proveito da carne do "touro apedrejado";
    15. Não comer animal dilacerado ("terefá");
    16. Não comer o membro de um animal ainda vivo;
    17. Não comer sangue;
    18. Não comer o sebo de animais domésticos (mesmo que sejam) puros;
    19. Não comer comer o nervo da perna do animal, que se estende e se espalha desde sua coluna ("gid ha-nachê");
    20. Não comer carne com leite;
    21. Não cozinhar carne com leite;
    22. Não comer comer pão de um cereal novo que fora ceifado anterior à festividade de pêssaĥ
    23. Não comer trigo assado (qali) de cereal novo que fora ceifado anterior à festividade de pêssaĥ;
    24. Não comer espigas verdes (carmel) de cereal novo que fora ceifado anterior à festividade de pêssaĥ
    25. Não comer 'orlá - fruto de árvore antes de seu terceiro ano;
    26. Não comer de uvas que foram plantadas em conjunto com cereais ou verduras - (kilê ha kêrem);
    27. Não comer têvel - (frutos, verduras ou cereais dos quais não fora efetuada a separação da dízima);
    28. Não tomar vinho considerado gentílico (iáin nêssekh);
    . -- , ; : () ; () ; () ; () ; () , . Leis Concernentes ao abate de animais e aves:
    Há nelas cinco mandamentos: três preceitos positivos e dois negativos. São eles:
    1. Degolar, para que se possa comer;
    2. Não degolar um boi e seu filho no mesmo dia;
    3. Cobrir o sangue de animais silvestres (i.e., exceto bovinos, ovinos e caprinos);
    4. Não pegar do ninho uma mãe deixando sem ela os filhotes;
    5. Libertar a mãe no caso de haver levado os filhos do ninho;
    , -- , . TOTAL DE PRECEITOS NESTE TOMO: SETENTA MANDAMENTOS, OITO POSITIVOS E SESSENTA E DOIS NEGATIVOS.


    Livro da Haflaá:

    , : , , , . Livro da Haflaá:

    Compõe-se de quatro espécies de pormenores de preceitos (halakhôt), sendo esta sua ordem:
    1. Juramentos;
    2. Votos;
    3. Nazireado;
    4. Auto-avaliação e bens santificados.
    . -- , ; : () ; () ; () ; () ; () . Leis Concernentes aos Juramentos:
    Há nelas cinco mandamentos: um preceito positivo e quatro negativos. São eles:
    1. Não jurar falsamente em Nome de Deus;
    2. Não pronunciar Seu Nome em vão;
    3. Não negar o objeto deixado como garantia;
    4. Não jurar em negação de dúvida pecuniária;
    5. Jurar em Nome de Deus em caso veraz [no tribunal].
    . -- , ; : () ; () ; () , . Leis Concernentes aos Votos:
    Há nelas três mandamentos: dois preceitos positivos e um negativo. São eles:
    1. Guardar o que saíra de sua boca, fazendo conforme prometeu;
    2. Não mudar a própria palavra;
    3. Desfazer o voto com o qual se comprometera, e este é o caso de "anulação de promessas" trazido na Torá.
    . -- , ; : () ; () ; () , ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () , . Leis Concernentes ao Nazireado:
    Há nelas dez mandamentos: dois preceitos positivos e oito negativos. São eles:
    1. Que deixe o nazir crescer seu cabelo;
    2. Que não; corte seu cabelo durante todo o período de seu nazireado;
    3. Que não tome o nazir vinho, nem nada que tenha mistura de derivado de uva, mesmo que seja vinagre;
    4. Que não coma uvas em seu estado natural;
    5. Que não coma uvas passas;
    6. Que não coma sementes de uvas;
    7. Que não coma cascas de uvas;
    8. Que não entre no local onde haja um morto;
    9. Que não se impurifique por mortos;
    10. Que corte o cabelo após trazer o sacrifício quando completar os dias de seu voto.
    . -- , ; : () , ; () ; () ; () ; () ; () ; () . Leis Concernentes à Auto-Avaliação, à Avaliação geral e às Cousas Santificadas:
    Há nelas sete mandamentos: cinco preceitos positivos e dois negativos. São eles:
    1. Julgar a avaliação humana como é explícito na Torá, sendo este o chamado "Lei da Avaliação humana";
    2. Lei da avaliação de animais;
    3. Lei da avaliação de casas;
    4. Lei de avaliação de terrenos (campos);
    5. Lei acerca de quem destinou seus bens à Santidade (ĥerem);
    6. Que tal bem destinado à Santidade não seja vendido;
    7. Que tal bem destinado à Santidade não seja redimido.
    , -- , . TOTAL DE PRECEITOS NESTE TOMO: VINTE E CINCO MANDAMENTOS, DEZ POSITIVOS E QUINZE NEGATIVOS.


    Livro das Sementes:

    , : , , , , , , . Compõe-se de sete espécies de pormenores de preceitos (halakhôt), sendo esta sua ordem:
    1. Kil'áim;
    2. Dádivas destinadas aos pobres;
    3. "Terumôt";
    4. Dízimas;
    5. Segunda dízima e "net'a revá'i";
    6. Leis das primícias e demais dádivas destinadas aos sacerdotes;
    7. Leis de Chemitá (ano sabático) e Iovêl (jubileu).
    . ; : () ; () ; () ; () ; () . Leis de kiláim:
    Há nelas cinco preceitos negativos, que são:
    1. Não semear as sementes "kiláim" (duas espécies parecidas em conjunto);
    2. Não semear cereal ou verduras no parral;
    3. Não acasalar duas espécies distintas de animais;
    4. Não trabalhar com "kiláim" de animais (duas espécies distintas de animais isocronamente;
    5. Não vestir "kiláim" (roupa tecida de lã e linho).
    . -- , ; : () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () . Leis de dádivas aos pobres:
    Há nelas treze preceitos: sete preceitos positivos e seis negativos, que são:
    1. Deixar "peá" (canto do campo de colheita para os pobres);
    2. Não dar término à "peá" [pela colheita];
    3. Deixar "lêqet";
    4. Não colher o "lêqet"
    5. Deixar "'olelôt" no parral;
    6. Não tirar totalmente os cachos da videira;
    7. Deixar o "pêret" no parral;
    8. Não colher o "pêret" do parral;
    9. Deixar a "chikheĥá" ("oblívio");
    10. Não tornar para recolher a "chikheĥá"
    11. Separar a dízima para os pobres;
    12. Dar esmola segundo sua possibilidade;
    13. Não endurecer seu coração em concernência ao pobre.
    . -- , ; : () ; () ; () , ; () ; () ; () ; () ; () , . Leis de terumôt (oferendas):
    Há nelas oito preceitos: dois preceitos positivos e seis negativos, que são:
    1. Separar a principal "terumá" (oferenda;)
    2. Separar a "terumat ma'asser" (oferenda da dízima)
    3. Não adiantar a separação das "terumôt" e "ma'asserôt" (oferendas e dízimas) um em relação ao outro, senão proceder segundo a ordem prescrita em pertinência a sua separação;
    4. Não comer o estranho [ao sacerdócio] da "terumá";
    5. Não comer nem mesmo o hóspede de um cohen ou seu assalariado da "terumá";
    6. Não comer o incircunciso da "terumá";
    7. Não comer o cohen impuro da "terumá";
    8. Não comer a "ĥalalá" da "terumá", nem partes dos sacrifícios "qodachim".
    . , . Leis de Dízimas:
    Há nelas um preceito positivo: separar a primeira dízima a cada ano de semeia, e dar aos levitas.
    . -- , ; : () ; () , ; () ; () ; () ; () ; () ; () , ; () . Leis da Segunda Dízima e de "Net'a Reva'i":
    Há nelas nove preceitos: três preceitos positivos e seis negativos. São eles:
    1. Separar a segunda dízima;
    2. Não ter usufruto de seu valor em necessidades humanas, senão em comida, bebida e unguento;
    3. Não comê-lo estando impuro;
    4. Não comê-lo estando "onen";
    5. Não comer a segunda dízima de cereais fora de Jerusalém;
    6. Não comer a segunda dízima do fruto ("tirôch") fora de Jerusalém;
    7. Não comer da segunda dízima de fruto ("itzhar") fora de Jerusalém;
    8. Ser "net'a reva'i" todo ele santo, e sua lei que seja comido em Jerusalém por seus proprietários como segunda dízima em todos seus pormenores;
    9. Efetuar a confissão da dízima.
    . -- , ; : () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () , . Leis das primícias e demais dádivas destinadas aos sacerdotes nos demais locais (exceptua-se o Templo).
    Há nelas nove preceitos: oito preceitos positivos e um negativo. São eles:
    1. Separar as primícias e levá-las ao Templo;
    2. Que não coma o cohen das primícias fora de Jerusalém;
    3. Recitar sobre elas [segundo o promulgado na Torá]
    4. Separar a "ĥalá" para o cohen;
    5. Dar a pata dianteira [do animal abatido], suas mandíbulas e seu estômago para o cohen;
    6. Dar para ele a primícia da tosquia;
    7. Redimir o primogênito dentre os filhos e dar o valor para o cohen;
    8. Redimir o primogênito do burro e dar para o cohen;
    9. Cortar-lhe o pescoço por sua nuca, caso não queira resgatá-lo.
    . -- , ; : () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () , ; () ; () ; () , ; () ; () ; () , . Leis de Chemitá (ano sabático) e Iovêl (jubileu)
    Há nelas vinte e dois preceitos: nove preceitos positivos e treze negativos. São eles:
    1. Que descanse a Terra no tal ano;
    2. Que não faça trabalhos arbóreos neste ano;
    3. Que não efetue trabalho da Terra neste ano (agricultura);
    4. Que não colha o "safiaĥ" em lugar do que haveria plantado [em ano comum];
    5. Que não colha o "nazir" em lugar da uva que colheria caso houvesse plantado;
    6. Desapropriar tudo o que der a Terra [por si prória, neste ano];
    7. Desapropriar-se neste ano de seu empréstimo [que emprestara];
    8. Que não seja "nogess", e não cobre o empréstimo;
    9. Que não deixe de emprestar antes do ano sétimo por temor de perder seu dinheiro;
    10. Contar os anos de sete em sete;
    11. Santificar o ano quinquagésimo;
    12. Tocar o "chofar" no dia dez de tichrê para que saiam os escravos livres;
    13. Que não seja trabalhada a Terra neste ano (quinquagésimo);
    14. Que não colha o "safiaĥ" em lugar do que haveria plantado [em ano comum];
    15. Que não colha o "nazir" em lugar da uva que colheria caso houvesse plantado;
    16. Redimir a terra neste ano, sendo a mesma a lei do campo herdado ou adquirido;
    17. Que não seja a terra vendida para sempre;
    18. Lei das casas das cidades muradas;
    19. Que não tenha toda a tribo de Levi herança na Terra de Israel, senã seja-lhes dado cidades de presente para nelas viverem;
    20. Que não tome a tribo de Levi parte no despojo [da guerra];
    21. Dar aos levitas cidades para nelas viver, juntamente com seus campos que a cercam;
    22. Que não sejam vendidos seus campos de suas cidades, sendo eles sempre redimíveis, antes ou após o jubileu.
    , -- , . TOTAL DE PRECEITOS NESTE TOMO: SESSENTA E SETE MANDAMENTOS, TRINTA POSITIVOS E TRINTA E SETE NEGATIVOS.


    Livro do Serviço:

    , : , , , , , , , , . Compõe-se de nove espécies de pormenores de preceitos (halakhôt), sendo esta sua ordem:
    1. Leis do Templo;
    2. Leis dos utensílios do Templo e dos que nele trabalham;
    3. Leis concernentes à vinda ao setor do Templo;
    4. Leis concernentes às coisas proibidas para o Altar;
    5. Feitio dos sacrifícios;
    6. Sacrifícios perpétuos;
    7. Invalidados dentre os santificados;
    8. Serviço do Dia da Expiação;
    9. Leis de "me'ilá" (utilização profana do que é santo).
    . -- , ; : () ; () ; () ; () ; () ; () . Leis do Templo:
    Há nelas seis mandamentos: três preceitos positivos e três negativos. São eles:
    1. Construir um Santuário;
    2. Não construir um altar de pedras lavradas;
    3. Não subir ao altar por degraus;
    4. Temer ao Santuário;
    5. Montar vigília em torno do Santuário;
    6. Não deixar o Santuário sem vigília.
    . -- , ; : () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () . Leis dos Utensílios do Templo e dos que Nele Trabalham:
    Há nelas catorze mandamentos: seis preceitos positivos e oito negativos. São eles:
    1. Preparar óleo próprio para o ato da unção;
    2. Não preparar outro óleo semelhante a ele;
    3. Não untar-se com ele;
    4. Não preparar segundo a fórmula do incenso [que não seja para uso sagrado no Templo];
    5. Não apresentar sobre o Altar de Ouro a não ser o incenso [prescrito];
    6. Trasladar a Arca da Aliança [unicamente] sobre os ombros;
    7. Não despí-lo de sua [específica] cobertura;
    8. Que trabalhe o levita no Templo;
    9. Que não tome um o lugar de seu colega no serviço do Templo;
    10. Santificar-se o sacerdote [pelas abluções prescritas] para o serviço sacerdotal;
    11. Que estejam todas as vigílias equânimes nos festivais;
    12. Vestir-se [o sacerdote] a indumentária sacerdotal para o serviço no Templo;
    13. Não rasgar a parte superior do sobrepeliz;
    14. Que não se aparte o ĥôchen de sobre o efôd.
    . -- , ; : () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () . Leis concernentes à vinda ao setor do Templo:
    Há nelas quinze mandamentos: dois preceitos positivos e treze negativos. São eles:
    1. Que não entre um sacerdote bêbado no Templo;
    2. Que não entre um sacerdote com a cabeça descoberta no Templo;
    3. Que não entre tendo um rasgo em suas roupas;
    4. Que não entre um sacerdote a qualquer tempo no "Hekhal";
    5. Que não saia o sacerdote do Templo em tempo designado para o trabalho;
    6. Expulsar os impuros do Templo;
    7. Que não entre impuro no Templo;
    8. Que não entre impuro no Monte do Templo;
    9. Não trabalhar [no Templo] estando impuro;
    10. Não trabalhar [no Templo] o que fez a imersão naquele mesmo dia [, sendo o sétimo dia de sua purificação];
    11. Santificar [o sacerdote a trabalhar no Templo] suas mãos e seus pés para o trabalho [pelas abluções;
    12. Não entrar um defeituoso físico ao "Hekhal" e ao Altar;
    13. Que não trabalhe um defeituoso no Templo;
    14. Que não trabalhe um defeituoso temporário no Templo;
    15. Que não trabalhe um estranho [ao sacerdócio];
    . -- , ; : () ; () ; () ; () ; () ; () ; () , ; () ; () ; () , ; () ; () ; () ; () . Leis Concernentes às Coisas proibidas para o Altar:
    Há nelas catorze mandamentos: quatro preceitos positivos e dez negativos. São eles:
    1. Sacrificar todos os sacrifícios em estado de plena perfeição;
    2. Não santificar animal defeituoso para o Altar;
    3. Não degolar [animal defeituoso para o Altar];
    4. Não efetuar o aspergir do sangue sobre o Altar;
    5. Não apresentar de seus sebos por incenso;
    6. Não sacrificar um [animal] temporariamente defeituoso;
    7. Não sacrificar animal defeituoso, mesmo quando seja dos gentios;
    8. Não causar defeito aos "qodachim" (animais a serem sacrificados);
    9. Redimir os animais invalidados para o Altar;
    10. Sacrificar a partir do oitavo dia, sendo o animal antes do oitavo dia chamado "meĥussar zeman", i.e., "falto de [seu] tempo [para sacrifício]", sendo proibido sacrificá-lo;
    11. Não sacrificar [animal aque servira de] "etnan" e "meĥir" (pagamento de prostituta e preço de cachorro - v. glossário);
    12. Não fazer incenso [contendo] mel ou fermento;
    13. Salgar os sacrifícios;
    14. Não deixar faltar sal de sobre os sacrifícios;
    . -- , ; : () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () . Leis Concernentes Feitio dos Sacrifícios:
    Há nelas vinte e três mandamentos: dez preceitos positivos e treze negativos. São eles:
    1. Fazer o holocausto ('olá) segundo a ordem escrita na Torá de acordo com seu feitio;
    2. Não comer da carne do holocausto;
    3. Ordem do sacrifício "ĥatát" (que geralmente vem por transgressões inintencionais, embora não somente no caso);
    4. Não comer da carne do sacrifício "ĥatát"; interior;
    5. Não separar no sacrifício "ĥatát" de aves a cabeça do corpo ;
    6. A ordem do sacrifício "acham" (culposo);
    7. Que comam os sacerdotes a carne dos "qodache qodachim" (sacrifícios mais elevados) no setor do Templo;
    8. Que não os comam fora do átrio ('azará);
    9. Que não coma o estranho ao sacerdócio dos "qodache qodachim";
    10. Ordem dos sacrifícios chamados "chelamim";
    11. Não comer da carne dos "qodachim qalim" antes do aspergir do sangue;
    12. Fazer toda "minĥá" de acordo com a ordem prescrita na Torá;
    13. Não colocar azeite sobre a "minĥá" de um transgressor;
    14. Não colocar sobre ela gálbano;
    15. Não coma-se a minĥá de um sacerdote;
    16. Não seja assada minĥat ĥametz (minĥá fermentada);
    17. Que comam os sacerdotes os restojos das menaĥôt" (plural de minĥá);
    18. Trazer cada israelita seus votos e suas dádivas no primeiro festival com o qual se deparar, bem como demais dívidas;
    19. Não atrasar seus votos e dádivas, bem como demais coisas com as quais se obrigara;
    20. Sacrificar todos seus sacrifícios no Templo;
    21. Trazer os "qodachim" (animais destinados a sacrifícios) do exterior da Terra de Israel;
    22. Não degolar os animais a serem sacrificados fora do átrio;
    23. Não sacrificar fora do átrio.
    . -- , ; : () ; () ; () ; () ; () ; () ; () , ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () . Leis Concernentes aos Sacrifícios Perpétuos e aos de acréscimo:
    Há nelas dezenove mandamentos: dezoito preceitos positivos e um negativo. São eles:
    1. Sacrificar todos os dias dois cordeiros por holocausto;
    2. Acender o fogo no Altar todos os dias;
    3. Não apagá-lo;
    4. Levantar a cinza do Altar todos os dias;
    5. Oferecer o incenso a cada dia;
    6. Acender as lâmpadas do candelabro (menorá) a cada dia;
    7. Oferecer o sumo-sacerdote a cada dia sua minĥá, que é a chamada "ĥavitin";
    8. Acrescentar a cada sábado dois cordeiros por holocausto;
    9. Fazer o "Lêĥem ha-Panim" ("Pão das Faces");
    10. Acréscimo de sacrifício em rachê ĥodachim (primeiro dia do mês hebraico);
    11. Acréscimo de sacrifício durante a festa pêssaĥ
    12. Sacrifício do 'omer ha-tenufá ;
    13. Contar todo homem de Israel sete semanas a partir do dia do sacrifício do 'omer;
    14. Acréscimo de sacrifício em 'atzêret (pentecostes);
    15. Trazer o pão da preposição (cheti ha-lêĥem) com os sacrifícios que vêm por causa do pão no dia de 'atzêret;
    16. Acréscimo de sacrifício em roch ha-chaná (primeiro dia do ano hebraico);
    17. Acréscimo de sacrifício no dia do jejum (Iom Kipur);
    18. Acréscimo de sacrifício no dia do "festival"(sucôt);
    19. Acréscimo de sacrifício no dia de chemini 'atzêret.
    . -- , ; : () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () . Leis Concernentes aos Invalidados Dentre os Santificados:
    Há nelas oito mandamentos: dois preceitos positivos e seis negativos. São eles:
    1. Que não coma-se "qodachim" invalidados, ou nos quais haja defeito;
    2. Não comer "pigul";
    3. Não deixar sobrar "qodachim" para depois de seu tempo;
    4. Não comer "notar", ou seja, resto de sacrifícios após haver passado seu tempo;
    5. Não comer "qodachim" que se impurificaram;
    6. A pessoa que se impurificara - que não coma dos "qodachim";
    7. Queimar os restos [após haver passado seu tempo];
    8. Queimar o impuro [dentre os "qodachim"].
    . -- , . Leis Concernentes ao Serviço de Iom Kipur (Dia da Expiação):
    Há nelas um preceito positivo: fazer os feitios de Iom Kipur todos segundo a ordem trazida na porção "Aĥare Môt" - os sacrifícios, as confissões e o envio do bode para o lugar chamado "'Azazel", bem como as demais particulariedades do serviço.
    . -- , ; : () , ; () ; () . Leis Concernentes à Me'ilá (uso impróprio de coisas consagradas ao Templo):
    Há nelas três mandamentos: um preceito positivo e dois negativos. São eles:
    1. Pagar o transgressor 1/5 a mais sobre o que usou, além de seu prório valor, com acréscimo de um sacrifício - sendo esta a lei do que incorreu na transgressão de "me'ilá;
    2. Não trabalhar com "qodachim";
    3. Não tosquiar os "qodachim".
    , -- , . TOTAL DE PRECEITOS NESTE TOMO: CENTO E TRÊS MANDAMENTOS, QUARENTA E SETE POSITIVOS E CINQUENTA E SEIS NEGATIVOS.


    Livro dos Sacrifícios:

    , : , , , , , . Compõe-se de seis espécies de pormenores de preceitos (halakhôt), sendo esta sua ordem:

    1. Leis do Sacrifício Pêssaĥ;
    2. Leis do Sacrifício "Ĥagigá;
    3. Leis dos Primogênitos;
    4. Leis de Sacrifícios por Transgressões Inintencionais;
    5. Leis Concernentes aos Faltos de Expiação;
    6. Leis de Càmbio de Animais Destinados a Sacrifícios (Temurá).
    . -- , ; : () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () . Leis Concernentes ao Sacrifício de Pêssaĥ:
    Há nelas dezesseis mandamentos: quatro preceitos positivos e doze negativos. São eles:
    1. Efetuar a degola do pêssaĥ no tempo predeterminado;
    2. Não degolá-lo enquanto o ĥamêtz (fermentação de um dos cinco cereais) ainda existir;
    3. Não deixar pernoitar seus membros [sem que sejam todos comidos];
    4. Degolar o segundo pêssaĥ [para quem não pode comer do primeiro];
    5. Comer a carne do pêssaĥ com matzá (pão não fermentado, assado rapidamente à base de água) e maror (ervas amargas) na noite quinze do primeiro mês (Nissan);
    6. Comer a carne do segundo pêssaĥ com matzá e maror na noite quinze do segundo mês;
    7. Não comê-lo cru ou cozido [devendo ser apenas assado];
    8. Não tirar da carne do pêssaĥ do meio do grupo familiar que o come;
    9. Que não coma dele um "mechumad" (pessoa que se fizera membro de outra fé ou defende outras leis que não a Torá, ou profana o dia de sábado publicamente);
    10. Não dar dele a ser comido por um "tochav" ou por um "sakhir";
    11. Não dar dele a ser comido por um 'arel (incircunciso - que não fora circuncidado segundo as normas da circuncisão hebraica, que difere das demais);
    12. Não quebrar nenhum de seus ossos;
    13. Não quebrar nenhum dos ossos do segundo pêssaĥ;
    14. Não deixar sobrar dele até o amanhecer;
    15. Não deixar sobrar do segundo pêssaĥ até o amanhecer;
    16. Não deixar sobrar da carne do sacrifício Ĥagigá (sacrifício chelamim - permissivo - sacrificado juntamente com o pêssaĥ) até o terceiro dia.
    . -- , ; : () '; () ; () ; () ; () ; () . Leis Concernentes à ĥagigá:
    Há nelas seis mandamentos: quatro preceitos positivos e dois negativos. São eles:
    1. Comparecer-se à presença de Deus;
    2. Festejar três festivais no ano;
    3. Alegrar-se nos três festivais;
    4. Não comparecer de mãos vazias;
    5. Não deixar de alegrar ao levita e de dar-lhe seus presentes nos festivais;
    6. Juntar todo o povo na festividade de sucôt no fim de cada sétimo ano (chemitá).
    . -- , ; : () ; () ; () ; () ; () . -- , : "- " ( ,)-- , . Leis Concernentes aos Primogênitos:
    Há nelas cinco mandamentos: dois preceitos positivos e três negativos. São eles:
    1. Separar os primogênitos;
    2. Não comer primogênito que se ache sem defeito fora das muralhas de Jerusalém;
    3. Que não seja redimido o primogênito;
    4. Separar a dízima de animais;
    5. Que não seja redimida a dízima de animais - e, transcrevi as leis de dízima de animais juntamente com as leis de primogênitos, por serem iguais seus feitios e pormenores - também porque o escrito na Torá já os trouxe juntamente, como está escrito: "...de ambos, aspergirás o sangue..." - aprendemos pela "chemu'á que trata-se do sangue de dízima e primogênito.
    . ; : () ; () , ; () , ; () , , ; () , . Leis de Sacrifícios por Transgressões Inintencionais:
    Há nelas cinco preceitos positivos. São eles:
    1. Que sacrifique a pessoa particular "ĥatát qevu'á sobre a transgressão que haja feito inintencionalmente;
    2. Que sacrifique "acham" a pessoa que não tem certeza se transgrediu ou não até que saiba com certeza - este é o chamado "acham talúi";
    3. Que sacrifique "acham" quem está incerto se transgrediu algo concernente à "me'ilá", a roubo, à "chifĥá ĥarufá, ou que negara ter em sua posse algum objeto de garantia - este é o "acham vadái;
    4. Que sacrifique o transgressor sobre certas transgressões - se rico, de animais; se pobre, de aves, ou de 1/10 de uma efá - este é o sacrifício chamado "'olê veiorêd";
    5. Que sacrifique o Sanedrin caso se enganaram em alguma legislação em desacordo com a halakhá.
    . ; : () ; () ; () ; () . , . Leis dos Faltos de Expiação:
    Há nelas quatro preceitos positivos. São eles:
    1. Que traga a "Zavá" um sacrifício quando se purificar;
    2. Que traga a parturiente um sacrifício quando se purificar;
    3. Que traga o "Zav" um sacrifício quando se purificar;
    4. Que traga o "metzor'á" um sacrifício quando se purificar, completando-se sua purificação após apresentar seus sacrifícios.
    . -- , ; : () ; () , ; () . Leis de Càmbio de Animais Destinados a Sacrifícios (Temurá):
    Há nelas três mandamentos: um preceito positivo e dois negativos. São eles:
    1. Não trocar [os animais a serem sacrificados];
    2. Estar o animal pelo qual se efetuara a troca [igualmente] santificado, caso esta haja sido efetuada;
    3. Não transferir a qualificação dos "qodachim" de uma santidade para outra.
    , -- , . TOTAL DE PRECEITOS NESTE TOMO: TRINTA E NOVE MANDAMENTOS, VINTE POSITIVOS E DEZENOVE NEGATIVOS.


    Livro da Purificação:

    , : , , , , , , , . Compõe-se de oito espécies de pormenores de preceitos (halakhôt), sendo esta sua ordem:

    1. Leis Concernentes à Impureza de Mortos;
    2. Leis Concernentes à Vaca Vermelha;
    3. Leis Concernentes à Impureza da tzará'at;
    4. Leis Concernentes às Impurificações de Assentos e Leitos;
    5. Leis Concernentes aos Demais Geradores de Impurezas;
    6. Leis Concernentes às Impurezas de Alimentos;
    7. Leis Concernentes aos utensílios;
    8. Leis Concernentes às "miqvaôt".
    . , . Leis Concernentes à Impureza de Mortos:
    Há nelas um preceito positivo: impureza do morto.
    . ; : () ; () . Leis Concernentes à Vaca Vermelha:
    Há nelas três mandamentos: dois preceitos positivos. São eles:
    1. Lei da vaca vermelha;
    2. Lei das águas de nidá.
    . -- , ; : () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () . Leis Concernentes à Impureza da tzará'at:
    Há nelas oito mandamentos: seis preceitos positivos e dois negativos. São eles:
    1. Julgar com respeito à tzará'at, de acordo com o prescrito na Torá;
    2. Não tirar os sinais de impureza;
    3. Não raspar o local do "nêteq";
    4. Que seja o metzorá' reconhecido por todos por suas vestes rasgadas e por sua cabeça descoberta;
    5. Pureza da tzará'at;
    6. Que raspe o metzorá' toda sua cabeça quando se purifique;
    7. Leis concernentes à tzará'at da roupa;
    8. Leis concernentes à tzará'at da casa.
    . ; : () ; () ; () ; () . Leis Concernentes às Impurificações de Assentos e Leitos:
    Há nelas quatro preceitos. São eles:
    1. Leis de impureza de nidá (menstrual);
    2. Leis de impureza de parturiente;
    3. Leis de impureza de zavá
    4. Leis de impureza de zav.
    . ; : () ; () ; () . , . Leis Concernentes aos Demais Geradores de Impurezas:
    Há nelas três preceitos positivos. São eles:
    1. Leis de impureza de nevelá (animal morto por degola incorreta);
    2. Leis de impureza de "chêretz" (oito espécies citadas na Torá);
    3. Leis de impureza de derramamento de esperma - e, [os monumentos e símbolos da] idolatria impurifica[m] como "chêretz", sendo sua impureza por decreto dos Sofrim.
    . , . Leis Concernentes às Impurezas de Alimentos:
    Há nelas um preceito positivo: lei da impureza de bebidas e comidas, e sua purificação.
    . , , . Leis Concernentes aos Utensílios:
    Seu assunto é discernir entre os diversos tipos de utensílios, quais os apropriados para receber impureza, e quais os não.
    . , . Leis Concernentes às "Miqvaôt":
    Há nelas um preceito positivo: imergir-se o impuro em águas purificadoras da miqvá, após o que estará puro.
    , -- , . TOTAL DE PRECEITOS NESTE TOMO: VINTE MANDAMENTOS, DEZOITO POSITIVOS E OITO NEGATIVOS.


    Livro dos Prejuízos:

    , : , , , , . Compõe-se de oito espécies de pormenores de preceitos (halakhôt), sendo esta sua ordem:
    1. Leis de prejuízo pecuniário;
    2. Leis acerca de furtos;
    3. Leis acerca de furto a mão forte (nem sempre significa assalto) e objetos perdidos;
    4. Leis sobre "ĥovel umaziq" ("golpeador e prejudicador");
    5. Leis acerca do assassino e da guardia pessoal.
    . ; : () ; () ; () ; () . Leis de Prejuízo Pecuniário:
    Há nelas quatro preceitos positivos. São eles:
    1. Leis Concernentes aos [Prejuízos Causados pelos] Bois;
    2. Leis Concernentes aos [Motivos Causadores de] Incêndio;
    3. Leis Concernentes aos [Prejuízos Causados Por] Buracos [Abertos Por Alguém Em Local Público];
    4. Leis Concernentes aos [Prejuízos causados pelo] incêndio.
    . -- , ; : () ; () ; () ; () ; () , ; () ; () . Leis Acerca de Furtos:
    Há nelas sete mandamentos: dois preceitos positivos e cinco negativos. São eles:
    1. Não roubar dinheiro;
    2. Lei concernente ao ladrão;
    3. Ajustamento de balaças e pesos;
    4. Não fazer injustiça com medidas e pesos;
    5. Que não tenha nenhuma pessoa dois tipos de pedra ou duas espécies de "efá", mesmo que não estejam dispostas para uso em compra e venda;
    6. Não alcançar o limite de seu próximo;
    7. Não sequestrar.
    . -- , ; : () ; () ; () ; () ; () ; () ; () . Leis Acerca de Furto a Mão Forte e Objetos Perdidos:
    Há nelas sete mandamentos: dois preceitos positivos e cinco negativos. São eles:
    1. Não tomar de outro pela força ou pelo temor, ou por uso não permitido (gêzel);
    2. Não efetuar "ôcheq" - isto é, não conservar dinheiro ou bens que lhe foram confiados negando-se a devolvê-los;
    3. Não cobiçar os bens do próximo;;
    4. Não desejar os bens do próximo;
    5. Devolver o objeto tomado;
    6. Não deixar que passe desapercebido o objeto perdido de alguém;
    7. Devolver o objeto perdido, após achá-lo.
    . , . Leis Sobre "Ĥovel uMaziq":
    Há nelas um único preceito positivo: lei acerca daquele que feriu a seu próximo fisicamente, ou causou-lhe prejuízo monetário.
    . -- , ; : () ; () , ; () ; () ; () , ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () . Leis Acerca do Assassino e da Guardia Pessoal:
    Há nelas dezessete mandamentos: sete preceitos positivos e dez negativos. São eles:
    1. Não assasinar;
    2. Não receber resgate pela vida de um assassino;
    3. Exilar a quem matou acidentalmente;
    4. Não receber resgate por quem deve ser exilado por haver morto alguém acidentalmente;
    5. Não matar um assassino antes de seu julgamento;
    6. Livrar o perseguido, mesmo que seja matando o perseguidor;
    7. Não apiedar-se do perseguidor;
    8. Não estar indiferente, vendo um judeu ser morto ou golpeado;
    9. Separar cidades de refúgio e preparar os caminhos para elas;
    10. Decapitar a bezerra no riacho;
    11. Não trabalhar aquela terra [onde fora efetuada sua decapitação], nem semear nela;
    12. Não tornar-se culposo por culpa de sangue;
    13. Fazer pretil;
    14. Não confundir o ingênuo em nada;
    15. Ajudar a quem tropeçou pelo caminho, desmontando de sobre ele sua carga;
    16. Auxiliá-lo no recargamento;
    17. Não deixá-lo pelo caminho amedrontado com sua carga, indo-se [sem prestar-lhe auxílio.
    , -- , . TOTAL DE PRECEITOS NESTE TOMO: TRINTA E SEIS MANDAMENTOS, DEZESSEIS POSITIVOS E VINTE NEGATIVOS.


    Livro da Aquisição:

    , : , , , , . Compõe-se de cinco espécies de pormenores de preceitos (halakhôt), sendo esta sua ordem:
    1. Leis acerca da venda;
    2. Leis acerca da direito de apropriação e dos presentes;
    3. Leis acerca dos vizinhos;
    4. Leis acerca dos enviados e dos sócios;
    5. Leis acerca dos escravos;
    . -- , ; : () ; () ; () ; () ; () . Leis Acerca da Venda:
    Há nelas cinco mandamentos: um preceito positivo e quatro negativos. São eles:
    1. Leis de negócios (compra e venda);
    2. Não enganar as pessoas em questões financeiras; (honaat mamon);
    3. Não enganar as pessoas por palavras (honaat devarim);
    4. Não enganar ao convertido ao judaísmo em questões financeiras;
    5. Não enganar ao convertido ao judaísmo por palavras (honaat devarim).
    . , . Leis Acerca do Direito de Apropriação e dos Presentes:
    O assunto [peculiar] destas leis é saber a lei do que adquire algo que até aquele momento era indisposto de domínio, como e com o que se adquire algo. Também a lei concernente ao que dera algo por regalo a outrem, ou recebera de alguém algum presente, qual o presente que é devoluto e qual não.
    . , , . Leis Acerca dos Vizinhos:
    O assunto destas leis é saber qual a lei com respeito à divisão das terras entre os sócios, bem como o distanciamento dos prejuízos entre eles, bem como do dono da fronteira territorial, e a lei concernente ao mesmo.
    . , . Leis acerca dos Enviados e dos Sócios:
    Buscam estas leis fazer saber a lei concernente ao enviado de uma pessoa e a seu sócio, bem como seus juízos com respeito a seus negócios, seus prejuízos e seus lucros e pagamentos.
    . -- , ; : () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () , ; () ; () . Leis Acerca dos Escravos:
    Há nelas treze mandamentos: cinco preceitos positivos e oito negativos. São eles:
    1. Lei concernente à aquisição de um escravo hebreu;
    2. Que não seja vendido por escravo;
    3. Que não façam-no trabalhar pesadamente;
    4. Que não deixemos que o "ger tochav" o domine com trabalhos pesados;
    5. Que não façamo-lo trabalhar como escravo;
    6. Dar-lhe presentes quando receba sua liberdade;
    7. Que não saia de mãos vazias;
    8. Redimir a escrava hebréia;
    9. Designá-la para noiva;
    10. Que não seja vendida;
    11. Escravizar ao cananeu perpetuamente, a não ser que seu senhor lhe haja causado a perda de um de seus membros pelos quais compra sua liberdade;
    12. Não prender um escravo que fugira do exterior para a Terra de Israel para seu senhor;
    13. Não enganar tal escravo que buscou refugiar-se entre nós;.
    , -- , . TOTAL DE PRECEITOS NESTE TOMO: DEZOITO MANDAMENTOS, SEIS POSITIVOS E DOZE NEGATIVOS.


    Livro dos Juízos:

    , : , , , , . Compõe-se de cinco espécies de pormenores de preceitos (halakhôt), sendo esta sua ordem:

    1. Leis Concernentes ao Assalariado;
    2. Leis de Empréstimo e Garantia;
    3. Leis de Empréstimo Pecuniário;
    4. Leis Acerca do Acusados e Acusadores;
    5. Leis de Naĥalôt (heranças tribais).
    . -- , ; : () ; () ; () ; () ; () ; () ; () , . Leis Concernentes ao Assalariado:
    Há nelas sete mandamentos: três preceitos positivos e quatro negativos. São eles:
    1. A lei do "sakhir" (assalariado) e do "chomer sakhar" (lit.: "guardião de salário") - i.e., quem aceitou guardar objetos ou propriedades arcando com a responsabilidade com respeito a tudo o que possa ocorrer e causar dano aos pertences sobre os quais se fez responsável;
    2. Pagar ao assalariado em seu dia [previamente definido];
    3. Não atrasar o pagamento do assalariado;
    4. Que possa comer o assalariado [agricultor] do fruto da terra sobre a qual trabalha enquanto ainda se encontra o fruto no campo e não colhido;
    5. Que não possa comer o assalariado [agricultor] do fruto da terra sobre a qual trabalha antes de terminar todo o trabalho designado ao fruto,(como uvas destinadas ao vinho, por exemplo);
    6. Que não leve o assalariado consigo mais do que o que comeu;
    7. Não fechar a boca do boi durante seu trabalho [para evitar que coma do que vê].
    . : () ; () . Leis de Empréstimo e Garantia:
    Há nelas dois preceitos positivos. São eles:
    1. Lei do que tomou por empréstimo;
    2. Lei do "chomer ĥinam" (guardião gratuito).
    . -- , ; : () ; () ; () ; () ; () , ; () , ; () ; () ; () ; () ; () , ; () . Leis de Empréstimo:
    Há nelas doze mandamentos: quatro preceitos positivos e dez negativos. São eles:
    1. Emprestar ao pobre e ao miserável;
    2. Não cobrar dele devolução do dinheiro emprestado sabendo que não tem como devolver;
    3. cobrar do gentio devolução do dinheiro emprestado, mesmo sabendo que não tem como devolver;
    4. Não obrigar o devedor a dar algo por garantia contra sua vontade;
    5. Devolver o objeto dado como garantia quando ver que seus propritários reais dele necessitam;
    6. Não demorar a devolver o objeto dado como garantia quando ver que seus propritários reais, sendo pobres, dele necessitam;
    7. Não machucar a viúva;
    8. Não estraga utensílios utilizados para finalidades alimentares;
    9. Não emprestar a juros;
    10. Não receber empréstimo a juros;
    11. Não servir de intermediário para empréstimo a juros, não servir-lhes de testemunha nem redigir para eles um documento, bem como não servir de avalista para garantia;
    12. Tomar empréstimo do gentio por juros, e emprestar-lhe por juros.
    . , . Leis Acerca dos Acusados e Acusadores:
    Há nelas um único preceito positivo: lei do acusador, do que admite ou confessa, e do que nega.
    . , . Leis das heranças
    Há nelas um preceito positivo: a lei da ordem das heranças.
    , -- , . TOTAL DE PRECEITOS NESTE TOMO: VINTE E TRÊS, ONZE POSITIVOS E DOZE NEGATIVOS.


    Livro dos Juízes:

    , : , , , , . Compõe-se de cinco espécies de pormenores de preceitos (halakhôt), sendo esta sua ordem:

    1. Leis Concernentes ao Sanedrin e aos Castigos que lhes São entregues;
    2. Leis Concernentes Aos Testemunhos;
    3. Leis Concernentes aos "Mamrim" (Desobedientes);
    4. Leis Concernentes aos Enlutados;
    5. Leis dos Reis e das Guerras.
    . -- , ; : () ; () ; () , ; () , ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () , ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () . Leis Concernentes ao Sanedrin e aos Castigos Que Lhes São Entregues:
    Há nelas trinta mandamentos: dez preceitos positivos e vinte negativos. São eles:
    1. Nomear juízes;
    2. Não nomear juízes que desconheçam a forma correta de julgar;
    3. Estar com a maioria, caso se dividam os juízes em distinta forma depensar sobre determinado caso;
    4. Não executar sentença de morte, caso os que condenam sejam a maioria em número de [apenas] dois a mais;
    5. Que não fale mal sobre quem está a ser julgado, o juiz que sobre ele já falou bem;
    6. Executar por "seqilá";
    7. Executar por "serefá";
    8. Executar por "sêif";
    9. Executar por "ĥêneq";
    10. Pendurar (após a execução de certas sentenças;
    11. Sepultar no dia da própria execução;
    12. Não deixar pernoitar o cadáver pendurado;
    13. Não permitir que viva o feiticeiro;
    14. Castigar o ímpio com golpes de açoite;
    15. Não aumentar na quantia de golpes;
    16. Não executar ao inocente por indícios racionais;
    17. Não castigar o que fora forçado;
    18. Não apiedar-se do que matou a seu próximo ou do que feriu;
    19. Não apiedar-se do pobre, por motivo de sua pobreza;
    20. Não honrar ao grande (rico) por razão de sua grandeza;
    21. Não desviar o juízo contra a pessoa conhecida por ser transgressora, apesar do fato;
    22. Não julgar injustamente;
    23. Não desviar o juízo de um converso ou de um órfão pelo fato de serem pessoas que despertam piedade;
    24. Julgar com retidão;
    25. Não temer, ao julgar, o homem considerado perigoso;
    26. Não receber suborno;
    27. Não levantar boato falso;
    28. Não amaldiçoar ao juiz;
    29. Não amaldiçoar ao "nassi";
    30. Não amaldiçoar a nenhum dos retos filhos de Israel.
    . -- , ; : () ; () ; () , ; () ; () ; () ; () ; () . Leis Concernentes Aos Testemunhos:
    Há nelas oito mandamentos: três preceitos positivos e cinco negativos: São eles:
    1. Prestar testemunho no tribunal quem for testemunha;
    2. Buscar e inquirir bem as testemunhas;
    3. Não servir a própria testemunha de juiz em casos de pena de morte;
    4. Não julgar pelo testemunho de apenas uma testemunha;
    5. Não ser testemunha uma pessoa conhecida como transgressora;
    6. Não testemunhar um parente [da vítima ou do réu];
    7. Não dar falso testemunho;
    8. Fazer com a falsa testemunha desmentida o que quiz fazer com a pessoa contra o qual testemunhou falsamente.
    . -- , ; : () ; () ; () , ; () ; () ; () ; () ; () ; () . Leis Concernentes Aos Mamrim:
    Há nelas nove mandamentos: três preceitos positivos e seis negativos. São eles:
    1. Cumprir de acordo com o que fora ensinado e instituído pelo "BET DIN HA-GADOL" (Supremo Tribunal de setenta e um Sábios);
    2. Não desviar-se de seus ensinamentos e decretos;
    3. Não aumentar sobre a Torá, nem mandamentos, nem sobre as explicações recebidas pela chemu'á [desde o recebimento da Torá no Sinai];
    4. Nada exceptuar de ambas;
    5. Não amaldiçoar pai ou mãe;
    6. Não golpear pai ou mãe;
    7. Honrar pai e mãe;
    8. Temer pai e mãe;
    9. Não ser o filho desobediente e desviador das ordens do pai e da mãe.
    . -- , ; : () , . ; , . () ; () ; () . Leis Concernentes Aos Enlutados:
    Há nelas quatro mandamentos: um preceito positivo e três negativos. São eles:
    1. Enlutar-se pelos parentes; mesmo o sacerdote se impurifica e enluta-se pelos parentes - e, ninguém pode enlutar-se pelos sentenciados pelo tribunal, pelo que coloquei estas leis neste livro que são como um sepultamento no dia da morte, que é um preceito positivo;
    2. Que não se impurifique o Sumo-Sacerdote pelos parentes;
    3. Que não entre com o morto em um mesmo recinto;
    4. Que não se impurifique o sacerdote comum por ninguém, a não ser unicamente pelos parentes próximos.
    . -- , ; : () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () ; () , , ; () , ; () ; () ; () ; () ; () , ; () , ; () ; () ; () ; () . Leis dos Reis e das Guerras:
    Há nelas vinte e três mandamentos: dez preceitos positivos e treze negativos. São eles:
    1. Nomear o rei [dentre os filhos] de Israel;
    2. Que não seja proveniente [de origem] de convertidos;
    3. Que não tome para si muitas mulheres;
    4. Que não adquira muitos cavalos;
    5. Que não possua riqueza exacerbada;
    6. Destruir as sete nações [cananéias];
    7. Não permitir que sobre delas nenhum único sobrevivente;
    8. Apagar [para sempre] a memória de 'Amaleq;
    9. Lembrar o que nos fizeram os 'Amalequitas;
    10. Não esquecer seus maus feitios, nem sua armadilha no caminho [de nossa saída do Egito];
    11. Não habitar na Terra do Egito;
    12. Proclamar paz à cidade [contra a qual saímos em guerra] ao cercá-la, julgando-a de acordo com o prescrito na Torá caso aceitem a paz, caso não;
    13. Nã proclamar paz aos povos de 'Amon e Moav unicamente quando cercarmos suas cidades na guerra;
    14. Não destruir árvores frutíferas durante o cerco;
    15. Preparar um local especial no acampamento para necessidades fisiológicas;
    16. Preparar um utensílio especial para com ele cavar [os soldados, para suas necessidades fisiológicas];
    17. Ungir um sacerdote especial para falar aos soldados durante o período de guerra;
    18. Estarem os recém casados e pessoas que construím construção nova, ou que plantara uma vinha alegres o ano todo, devendo [também] ser isentos da obrigação militar [durante esse ano] - nada se passe com eles, estando isentos inclusive de trabalhar pelas necessidades da cidade e do exército, e demais pormenores semelhantes;
    19. Não temer nem retroceder no momento da batalha;
    20. Lei da mulher bonita [conquistada na guerra];
    21. Que não seja vendida [a mulher bonita];
    22. Que não seja dominada para escravidão após haver mantido com ela relacionamento sexual;
    , -- , . TOTAL DE PRECEITOS NESTE TOMO: SETENTA E QUATRO MANDAMENTOS, VINTE E SETE POSITIVOS E QUARENTA E SETE NEGATIVOS.
    , . TOTAL DE ESPÉCIES DE HALAKHÔT DOS CATORZE TOMOS: OITENTA E TRÊS.
    , . Agora, principiarei a esclarecer os juízos de cada um dos preceitos e as leis que delas se desenvolvem segundo seu assunto, pela ordem de seus pormenores (halakhôt), com a ajuda de Chadái.